Eduardo Quive

10 OUTUBRO / OCTOBER
14.00-14.40 h / 2.00-2.40 pm
LOCAL / PLACE: Fundação Fernando Leite Couto – FFLC

PROJECTO SMARTFILMS: STORYTELLING & JORNALISMO MÓVEL

SMARTFILMS PROJECT: STORYTELLING & MOBILE JOURNALISM

O jornalista, escritor e produtor cultural Eduardo Quive faz a apresentação do Projecto SmartFilms e revela quem foi o vencedor desta iniciativa organizada pelo MFF em parceria com a LUSA – Agência de Notícias de Portugal e a Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica e que teve o apoio da Vodacom.
LER MAIS ↓
O jornalista, escritor e produtor cultural Eduardo Quive faz a apresentação do Projecto SmartFilms e revela quem foi o vencedor desta iniciativa organizada pelo MFF em parceria com a LUSA – Agência de Notícias de Portugal e a Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica e que teve o apoio da Vodacom.

Este projecto teve como objectivo levar a cabo uma acção de formação junto de jornalistas e estudantes de jornalismo no sentido de os capacitar no uso de dispositivos móveis (smartphones, tablets) que os habilitem a desenvolver, de forma autónoma, conteúdos digitais multimédia.

Em especial ao longo da última década, os dispositivos móveis e as redes sociais tiveram um impacto assinalável nas formas de produção e distribuição de conteúdos digitais multimédia.

Este novo contexto permitiu a emergência de um novo ecossistema de informação e abriu a possibilidade de criação de formatos inovadores de storytelling através da construção de narrativas baseadas no uso de texto, video, ilustração, etc.

Esta mudança de paradigma levou ao surgimento de uma área internacionalmente designada de MOJO (Mobile Journalism) no âmbito da qual se tem assistido a múltiplas iniciativas focadas na formação de recursos humanos, desenvolvimento de projectos e criação de metodologias de produção e distribuição dos novos formatos de “jornalismo móvel”. O projecto “SMARTFILMS” enquadra-se neste tipo de iniciativas e tem em vista o desenvolvimento em Moçambique de um ecossistema de “jornalismo móvel”.

Os participantes neste projecto foram desafiados a a realizar uma série de filmes sobre o tema deste ano do festival Maputo Fast Forward.

The journalist, author and cultural producer Eduardo Quive presents the SmartFilms project – that was organized by MFF in partnership with LUSA (the Portuguese News Agency) and the Faculty of Language Sciences, Communication and Arts of the Pedagógica University and had the support of Vodacom – and reveals who was the winner of this first edition of the project.
READ MORE ↓
The aim of this project was to train a group of Mozambican journalists and students of journalism in the use of mobile devices (smartphones, tablets, etc.) in order to give them the tools and the skills that will allow them to produce independent digital media content.

It is clear that in recent years mobile devices and social networks have had a significant impact in the way digital multimedia content is produced and distributed.

This new context was, in part, responsible for the development of new innovative storytelling formats (through the combined use of text, video, illustrations, etc.) and for the emergence of a new information ecosystem.

This paradigm change led also to the emergence of the concept of “mobile journalism” (MOJO) and there have been, in recent years, multiple initiatives focused on training individuals and organizations on how to use these tools and on how to engage and explore the different existing platforms for dissemination and distribution of digital multimedia content.

The SMARTFILMS project was conceived and designed to help create in Mozambique a “mobile journalism” ecosystem and develop the production of innovative digital content.

The participants in this project were challenged to make films having in mind the theme of this year’s edition of the Maputo Fast Forward festival.

SOBRE O ORADOR

 

É jornalista, escritor e produtor cultural.

Enquanto jornalista trabalhou na imprensa e na televisão, tendo sido editor do semanário “Dossiers & Factos”. É actualmente director editorial da revista “Literatas – Artes e Letras”.

Na área das artes é coordenador de vários projectos, entre eles, feiras de livros e festivais literários. É co-fundador da start up “Vice Versa Ideias” que trabalha no campo da comunicação, produção e programação.

Publicou, em 2012, a sua primeira obra de poesia intitulada “Lágrimas da Vida Sorriso da Morte” e está publicado em antologias poéticas, em Moçambique, Angola, Brasil e Itália.

O seu interesse nas novas formas de comunicar e fazer jornalismo, usando as tecnologias, levou-o a envolver-se – enquanto coordenador executivo – no projecto de formação em Jornalismo Móvel do MFF 2019.

ABOUT THE SPEAKER

 

He is a journalist, author and cultural producer.

As a journalist he worked for various media (press, television) and was editor of “Dossiers & Factos”, a weekly newspaper. At the moment is the editor of the magazine “Literatas – Artes e Letras”.

As a cultural producer, he has worked as organizer and coordinator of several events like book fairs and literary festivals. He is also the co-founder of “Vice Versa Ideias”

His interest in exploring new avenues of communication and journalism practices using mobiles technologies led him to participate as executive coordinator of the MFF 2019 project on mobile journalism.

PATROCINADORES

Sponsors

 

SOBRE O MAPUTO FAST FORWARD

About Maputo Fast Forward
O Maputo Fast Forward é uma plataforma dedicada à Criatividade e à Inovação em Moçambique. O seu objectivo é ser um espaço de referência dedicado, à reflexão, ao debate, à apresentação de projectos e ideias, à análise de tendências, à troca de experiências e à constituição de redes entre todos aqueles que, das artes às ciências, da tecnologia ao design, da arquitectura aos media, da gastronomia à moda, das empresas às organizações sociais, reconhecem na criatividade e na inovação os motores da nova economia do conhecimento.

MFF was launched in 2016 as an open platform engaged in promoting creativity and innovation. Its main objective is to help Mozambican creators and innovators across all fields of activity (arts, culture, design, architecture, technology, etc.) to develop and present their projects, engage in fruitful trans-disciplinary debates and develop collaborations in order to establish an ecosystem that will allow them to expand their creative skills and to participate, through the exploration of networking opportunities, in the “global conversation” that is taking place within the “creative industries” sector.

 

maputofastforward.com

UMA INICIATIVA DA