Sara Gouveia, Khalid Shamis

10 OUTUBRO / OCTOBER
15.45-16.15 h / 3.45-4.15 pm
LOCAL / PLACE: Fundação Fernando Leite Couto – FFLC

TEMA: A DANÇA DAS MÁSCARAS

THEME: THE SOUND OF MASKS

Sara Gouveia, realizadora do documentário “The Sound Masks” (“A Dança das Mácaras”), conversa com Khalid Hamis, que foi responsável pela montagem, sobre o processo criativo envolvido desde a sua conceptualização à sua efectivação.
LER MAIS ↓
Tendo como personagem central Atanásio Nyusi, um contador de histórias e dançarino de Mapiko, o documentário leva-nos através de uma viagem que cruza o limiar entre o real e o imaginário e que entrelaça a política do passado colonial de Moçambique com seu presente. Através do seu trabalho, Atanásio teve um papel importante na promoção do Mapiko como uma forma de arte contemporânea. Como artista, mas também como guardião da memória, enfrenta agora o desafio de transmitir o seu conhecimento ao filho Natepo.

O documentário, que combina material de arquivo e sequências de dança contemporânea, serve nesta apresentação como ponto de partida para uma reflexão e debate sobre os desafios que se colocam ao trabalho de edição e montagem na perspectiva da representação das “identidades”.

Sara Gouveia, who directed the documentary “The Sound of Masks”, talks with Khalid Shamis, who edited the film, about the creative process involved in the making of the film.
READ MORE ↓
Having Atanásio Nyusi, the famous Mozambican storyteller and Mapiko dancer, as its main character, the documentary takes us on a voyage between the real and the imaginary, intertwining Mozambique’s political colonial past with the present. Through its work, Atanásio played an important role in the promotion of Mapiko as a contemporary art form. As an artist, but also as a guardian of past memories, he now faces the challenge of transmitting his knowledge to his son Natepo.

The documentary, combining archive material and contemporary dance sequences, functions in this presentation as the starting point for a reflection and debate about the challenges posed during the editing process in relation to the need of a meaningful and adequate representation of “identities”.

SOBRE OS ORADORES

 

SARA GOUVEIA

Sara Gouveia é uma jovem cineasta. Nascida em Portugal, vive em Cape Town (África do Sul) onde foi co-fundadora da Lionfish Productions

O seu documentário “Mama Goema: the Cape Town  Beat  In  Five  Movements”  (55  min.,  2011) ganhou o prémio para o melhor documentário  no TriContinental Film Festival em 2011, foi prjectado em vários festivais internacionais e emitido pela SABC (South African Broadcasting Corporation).

Foi alumnus no Durban Film Mart 2014 Pitching Forum, na IDFAcademy Summer School em 2015 e 2017 (Holanda), no Encounters Producers Lab (África do Sul) em 2015, no Rough Cut Lab e Fellow do Hot Docs Blue Ice (Canadá).

Tem produzido e realizado inúmeras curtas-metragens (documentários), campanhas internacionais e videos músicais.

“The Sound of Masks”, filmado em Mozambique, estreou em 2018 no Festival Internacional de Cinema Documental de Amesterdão (Holanda) e vai ter distribuição internacional (através da Rushlake Media, Alemanha).

Sara Gouveia trabalha actualmente no seu novo projecto: “Nawar: She Who Guards Herself”

 

KHALID SHAMIS

Meio líbio, meio sul-africano, Khalid viveu durante vários anos em Londres (Reino Unido).  Tem realizado e editado documentários, embora a ritmos muito diferentes. Os seus próprios filmes já chegaram a demorar 7 anos até serem finalizados, no entanto, enquanto editor, tem montado e completado vários filmes por ano.

Esta experiência – a de montar e editar filmes de outros – tem sempre uma dimensão algo estranha pois implica deixar-se impregnar por universos alheios, que contêm visões diferentes das suas, ajudar a dar expressão aos temas dos filmes e, desse ponto de vista, obriga-o a deixar-se “conduzir” por aquilo que o material desses filmes pede e exige.

Khalid Shamis é um realizador, guionista, editor e produtor actualmente baseado em Cape Town (África do Sul) onde fundou a produtora Tuba Films. Alguns dos seus filmes – como “Afrikaaps” (2010), “Imam and I” (2011) e “The Silent Form (2016)” – mereceram destaque e distinções internacionais. Deu aulas na WITS University (joanesburgo), é membro da South African Guild of Editors, obteve inúmeros prémios pelos seus trabalhos e o fundador da Tuba Films.

ABOUT THE SPEAKERS

 

SARA GOUVEIA

Sara Gouveia is a young filmmaker. Her  medium-length  documentary  “Mama Goema: the Cape Town  Beat  In  Five  Movements”  (55  min.,  2011) won  the  award  for  Best  SA  Documentary  at  the TriContinental Film Festival 2011, screened at festivals worldwide and was broadcast on SABC.

She was an alumnus of the Durban Film Mart 2014 Pitching Forum, IDFAcademy Summer School 2015 and 2017, Encounters Producers Lab 2015 and Rough Cut Lab and a Hot Docs Blue Ice Fellow.

She has produced and directed a number of short documentary films, international campaigns and music videos.

“The Sound of Masks” was filmed in Mozambique and had its first screening at IDFA (International Documentary Film Festival) in Amsterdam (Netherlands)

She is currently developing the short film “Nawar: She Who Guards Herself”

 

KHALID SHAMIS

Half Libyan half South African, former Londoner. Khalid manages to both direct and edit documentaries, although at vastly different paces. His own films have taken up to 7 years to finish whereas he constructs and completes numerous films a year as an editor.

This becomes a strange place of guiding first time filmmakers, directing directors, imbibing worlds alien to his, containing and creating another’s vision, manifesting the dreams of the subjects in the films and being taken by the voice of the material itself.

Khalid Shamis is a director, screenwriter and producer currently based in CapeTown (South Africa) where he founded Tuba Films, a film production company. Some of his most notable works including “Afrikaaps (2010), “Imam and I” (2011) and “The Silent Form” (2016) have received international praise. He has lectured at the WITS University in Johannesburg, holds the South African Guild of Editors acronym and has acquired numerous awards for his work. He is the founder of Tuba Films.

PATROCINADORES

Sponsors

 

SOBRE O MAPUTO FAST FORWARD

About Maputo Fast Forward
O Maputo Fast Forward é uma plataforma dedicada à Criatividade e à Inovação em Moçambique. O seu objectivo é ser um espaço de referência dedicado, à reflexão, ao debate, à apresentação de projectos e ideias, à análise de tendências, à troca de experiências e à constituição de redes entre todos aqueles que, das artes às ciências, da tecnologia ao design, da arquitectura aos media, da gastronomia à moda, das empresas às organizações sociais, reconhecem na criatividade e na inovação os motores da nova economia do conhecimento.

MFF was launched in 2016 as an open platform engaged in promoting creativity and innovation. Its main objective is to help Mozambican creators and innovators across all fields of activity (arts, culture, design, architecture, technology, etc.) to develop and present their projects, engage in fruitful trans-disciplinary debates and develop collaborations in order to establish an ecosystem that will allow them to expand their creative skills and to participate, through the exploration of networking opportunities, in the “global conversation” that is taking place within the “creative industries” sector.

 

maputofastforward.com

UMA INICIATIVA DA