Workshops

Workshops
1 OUTUBRO / OCTOBER – 3 NOVEMBRO / NOVEMBER
LOCAL / PLACE: Ver informação abaixo / Check information below

STORYTELLING - WEBDOCS - EDIÇÃO DE FILMES - MEDIA DIGITAIS - JORNALISMO - FOLEY - BATIK - CRIATIVIDADE

STORYTELLING – WEBDOCS – FILM EDITING – DIGITAL MEDIA – JOURNALISM – FOLEY – BATIK – CREATIVITY

 

 

Os workshops incluídos no Programa do MFF 2018 têm como objectivo contribuír para a formação e capacitação dos diversos actores do sistema cultural e criativo bem como do público em geral.

 

The workshops included in the MFF 2018 program are designed to help the different cultural and creative actors, as well as the public at large, to develop their skills and increase their knowledge.

Workshops

Workshops
1 OUTUBRO / OCTOBER – 3 NOVEMBRO / NOVEMBER
LOCAL / PLACE: Ver informação abaixo / Check information below

STORYTELLING - WEBDOCS - EDIÇÃO DE FILMES - MEDIA DIGITAIS - JORNALISMO - FOLEY - BATIK - CRIATIVIDADE

STORYTELLING – WEBDOCS – FILM EDITING – DIGITAL MEDIA – JOURNALISM – FOLEY – BATIK – CREATIVITY

 

 

Os workshops incluídos no Programa do MFF 2018 têm como objectivo contribuír para a formação e capacitação dos diversos actores do sistema cultural e criativo bem como do público em geral.

 

The workshops included in the MFF 2018 program are designed to help the different cultural and creative actors, as well as the public at large, to develop their skills and increase their knowledge.

8 WORKSHOPS PARA FORMAR E CAPACITAR O ECOSSISTEMA

8 WORKSHOPS TO TRAIN THE ECOSYSTEM

Edição de Filmes

15-19 OUTUBRO / OCTOBER
9.00-17.00h / 9 am-5 pm (duração / duration: 40h)
LOCAL / PLACE: INAC – Instituto Nacional do Audiovisual e Cinema
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Maputo Fast Forward
FORMADOR: Khalid Shamis
VAGAS: 5
CANDIDATURAS: até 1 Outubro
VALOR: Gratuito
DESTINATÁRIOS: Realizadores

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Tema

Este workshop tem como objectivo ajudar realizadores, que estejam actualmente com obras em desenvolvimento, no processo final de montagem e edição dos seus trabalhos.

FORMADORES ↓

Khalid Shamis

Meio líbio, meio sul-africano, Khalid viveu durante vários anos em Londres (Reino Unido).  Tem realizado e editado documentários, embora a ritmos muito diferentes. Os seus próprios filmes já chegaram a demorar 7 anos até serem finalizados, no entanto, enquanto editor, tem montado e completado vários filmes por ano.

Esta experiência – a de montar e editar filmes de outros – tem sempre uma dimensão algo estranha pois implica deixar-se impregnar por universos alheios, que contêm visões diferentes das suas, ajudar a dar expressão aos temas dos filmes e, desse ponto de vista, obriga-o a deixar-se “conduzir” por aquilo que o material desses filmes pede e exige.

Khalid Samis é um realizador, guionista, editor e produtor actualmente baseado em Cape Town (África do Sul) onde fundou a produtora Tuba Films. Alguns dos seus filmes – como “Afrikaaps” (2010), “Imam and I” (2011) e “The Silent Form (2016)” – mereceram destaque e distinções internacionais. Deu aulas na WITS University (joanesburgo), é membro da South African Guild of Editors, obteve inúmeros prémios pelos seus trabalhos e o fundador da Tuba Films.

Storytelling: a arte de saber contar uma história

1 – 5 OUTUBRO / OCTOBER
9.00-13.00h / 9 am-1 pm (duração / duration: 20h)
LOCAL / PLACE: Espaço Criativo 16 Neto
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Maputo Fast Forward
FORMADOR: Rui Tenreiro
VAGAS: 15
CANDIDATURAS: até 16 Setembro
VALOR: Gratuito
DESTINATÁRIOS: artistas visuais, ilustradores, realizadores, guionistas, escritores e interessados em desenvolver capacidades no domínio do storytelling

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Tema

“Como reconhecer uma história? O imaginador e o observador reconhecem uma história antes de esta se tornar “realidade”, identificam os seus méritos e exploram como será exposta a uma audiência através de um livro, um desenho, um filme, um artigo ou uma canção. “

Este workshop terá como foco a criação de histórias em forma visual, para livro ou cinema. Lidará com aspectos como estrutura e enredo, personagens, representação e soluções para uma narrativa visual.

FORMADORES ↓

Rui Tenreiro, moçambicano, tem um diploma em Advertising Art Direction pela AAA School of Advertising (Joanesburgo, África do Sul), um Bacharelato em Ilustração pelo Kent Institute of Art & Design (Reino Unido) e um MFA ( Master of Fine Arts) em Storytelling (Design Gráfico e Ilustração) pela Universidade de Konstfack (Estocolmo, Suécia). Tem vindo a desenvolver uma carreira cujo reconhecimento internacional é consequência da extrema qualidade do seu trabalho.

Baseado em Estocolmo, tem desenvolvido uma actividade prolífica em múltiplas frentes. Desde a autoria de vários livros (como “Lanterns of Nedzu” ou “The Celebration”, traduzido em várias línguas, incluíndo uma versão em português) a ilustrações para revistas e jornais de referência, como a norte-americana “New Yorker” ou o “New York Times”, passando pela realização ou colaboração em inúmeros filmes, Rui Tenreiro tem-se sempre destacado pela sua abordagem original e profundamente autoral.

A sua participação enquanto Director de Arte em “The Tower”, realizado por Mats Grorud, mereceu menções elogiosas em publicações como a “Hollywood Reporter” e a “Vanity Fair” (“The Tower” irá ser exibido durante o MFF 2018).

Web Docs: Produção de documentários para a Web

15 – 17 OUTUBRO / OCTOBER
9.00-13.00h / 9 am-1 pm (duração / duration: 12h)
LOCAL / PLACE: INAC – Instituto Nacional do Audiovisual e Cinema
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Maputo Fast Forward
FORMADOR: César Schofield Cardoso
VAGAS: 15
CANDIDATURAS: até 23 Setembro
VALOR: Gratuito
DESTINATÁRIOS: jornalistas, escritores, activistas, artistas e interessados em storytelling (requisito – competências básicas de uso de computadores)

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Tema

Webdocumentário, ou webdoc, é uma nova forma de realizar documentários, tornada possível com o desenvolvimento da Web 2.0, termo cunhado por Tim O’Reilley para denominar uma série de inovações nas tecnologias Web, como as redes sociais e a multimédia, que vieram permitir uma explosão de conteúdos em rede, gerados pelos próprios utilizadores. Esta mudança do “utilizador-espectador” para o “utilizador-espectador” teve imediatamente também impacto nos modelos de storytelling, nomeadamente ao abrir a possibilidade de passar de formatos de narrativas lineares para não-lineares.

Este workshop tem como objectivo permitir a um grupo seleccionado de participantes transformar uma estória simples num webdoc, adquirindo conhecimento de ferramentas e processos para desenvolverem no futuro, de forma autónoma, os seus projectos de webdocumentários.

FORMADORES ↓
César Schofield Cardoso, nascido em Mindelo, Cabo Verde e a viver actualmente na Cidade da Praia, dedica-se à fotografia, cinema e media art. É um dos fundadores da plataforma Storia Na Lugar (Cabo Verde) onde realiza webdocs e dá formações sobre o tema.

Em 2006, lançou PRAIA.MOV, um movimento de cultura urbana na Cidade da Praia, em colaboração com arquitectos, artistas e outros pensadores críticos, e que marcou desde então a sua produção em torno de questões de cidadania justiça, espaço urbano e identidades.

Em 2009, produziu a instalação de vídeo UTOPIA, sobre o tema da liberdade. ROOT(S), um dos vídeos desse projecto, recebeu o Prémio do Público e uma Menção Honrosa no Festival Internacional de Cinema do Sal, Cabo Verde, em 2010. No mesmo ano, abordou a condição da Prisão e do Prisioneiro Ideológico, com referência ao Campo de Concentração do Tarrafal, na sua curta-metragem KATHARSIS. Dois anos depois, em 2011, foi convidado para a Bienal de São Tomé e Príncipe, para o qual produziu o vídeo SPRITU, apresentado também no Museu da Cidade, em Lisboa, em 2012. Durante este mesmo período, exibiu UTOPIA na Galeria Graça Brandão, em Lisboa. O seu trabalho tem-se afirmado progressivamente como uma voz política, posicionamento esse assumido em ATIVU (2013) e REPUBLIKA (2014).

Modelos de sustentabilidade para media digitais

13 OUTUBRO / OCTOBER
9.30-12.30h / 9.30 am-12.30 pm
LOCAL / PLACE: Fundação Fernando Leite Couto – FFLC
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Maputo Fast Forward
FORMADORES: Indra de Lanerolle / Tshepo Tshabalala
VAGAS: Max.15
VALOR: Gratuito

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Tema

Nunca como hoje foi tão fácil lançar uma publicação digital. Basta um computador e uma ligação à internet para qualquer um poder começar a publicar as suas histórias, notícias, fotografias e videos.

Neste workshop vamos ver de que forma é possível identificar públicos e audiências de modo a fazê-los crescer e aumentar. E perceber quais são as melhores opções para tornar as publicações sustentáveis.

Iremos analisar as modalidades que os media em África estão a usar (publicidade, assinaturas, etc.) para tornar os seus projectos sustentáveis e aumentar a sua rentabilidade.

Este workshop tem como destinatários principais bloggers, jornalistas, pequenas publicações e plataformas online. Os participantes são encorajados a partilhar as suas ideias e questões na perspectiva de dar mais eficiência e sustentabilidade aos seus projectos.

FORMADORES ↓
Indra de Lanerolle é Director do JAMLAB – Journalism and Media Lab (Joanesburgo, África do Sul), a única instituição em África a desenvolver um programa vocacionado para a incubação/aceleração de start-ups na área do jornalismo e dos media. É também responsável pelo projecto de investigação “Network Society” no Departamento de Jornalismo e Media da Universidade de Witwatersrand onde ensina televisão e video jornalismo, empreendedorismo nos media e teoria dos Novos Media. Foi produtor senior da BBC. O seu trabalho mereceu uma nomeação para os Emmy’s e o Peabody Award.

Tshepo Tshabalala faz parte do JAMLAB onde é o editor responsável pelo seu magazine e newsletter. Os seus trabalhos têm sido publicados na imprensa escrita, na rádio, em agências noticiosas e no online nos Estados Unidos, na África do Sul e em outros países do continente africano. Trabalhou para a Agência Reuters (Joanesburgo), a Forbes Africa, a SmartPlanet e como produtor web para o Business Day, o Financial Mail e o BusinessLIVE. Possui um mestrado em Filosofia, Política e Economia e é um EVA Junior Business Fellow.

Colab Now Now

20 – 28 OUTUBRO / OCTOBER
ORGANIZAÇÃO: British Council e Maputo Fast Forward
PÁGINA OFICIAL →

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Oficina de criatividade para crianças

13 OUTUBRO / OCTOBER
10.30-12.30h / 10.30 am-12.30 pm
LOCAL / PLACE: Matéria Prima (Centro Cultural Franco-Moçambicano – CCFM)
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Matéria Prima
FORMADORA: Rebeca de Melo Lima
VAGAS: Min.5/Max.10
IDADES: a partir dos 6 anos
VALOR: 1.300 MT (incl. IVA)
TEL. 82 302 36 70 / 82 371 32 36

QUERO PARTICIPAR! →  (Inscrições terminadas)

Tema

As Oficinas de Criatividade para Crianças pretendem criar momentos dedicados ao desenvolvimento de criatividade e imaginação dos mais pequenos. Durante os diferentes workshops as crianças terão oportunidade de trabalhar vários materiais e conhecer inúmeras artes manuais. Esta Oficina será constituída por um workshop de animação, onde as crianças terão a liberdade para desenvolver os seus próprios desenhos animados, seja no papel ou com figuras pré-feitas.

FORMADORES ↓
Rebeca de Melo Lima

Formada em Comunicação Social, com pós-graduação em Marketing e Design, vem trabalhando com design gráfico há cerca de 9 anos. Paralelamente a este trabalho, sempre manteve e desenvolveu o seu gosto pelas artes manuais e pela transformação dos materiais. Croché, Tricô, Bordado, Costura, Cestaria, Encadernação Japonesa, Papel Maché e Engenharia em Papel fazem parte da longa lista de ofícios que domina. Já trabalhou como professora universitária, leccionando na sua área de formação, mas é a transmitir os seus conhecimentos aos mais pequenos que se sente mais feliz. Natural do nordeste brasileiro, vive em Maputo há já 7 anos.

Hand Made – Curso de batik

PARTE TEÓRICA / THEORETICAL PART
16 e 19  OUTUBRO / 16 and 19 OCTOBER
17.30-20.00h / 10.30 am-12.30 pm

+

PARTE PRÁTICA / PRACTICAL PART
20  OUT e 3 NOV / 20  OCT and 3 NOV
9.00-17.30h / 9 am-5.30 pmLOCAL / PLACE: Matéria Prima (Centro Cultural Franco-Moçambicano – CCFM)
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Matéria Prima
FORMADORES: João Roxo e Beto Sitoe
VAGAS: Min.5/Max.8
IDADES: a partir dos 6 anos
VALOR: 6.00MT (incl. IVA)
TEL. 82 302 36 70 / 82 371 32 36

QUERO PARTICIPAR! →

Tema

Uma exposição dos trabalhos realizados pelos alunos estará patente ao público de 3 a 11 de Novembro nos jardins do Centro Cultural Franco-Moçambicano.

Este curso será dividido em duas componentes, teórica e prática. Numa primeira fase os alunos ficarão a conhecer um pouco mais sobre a técnica do batik e irão trabalhar na concepção do design do seu projecto.  Durante a componente prática os participantes terão a oportunidade de concretizar o projecto que idealizaram e serão guiados através do processo da elaboração do batik – o desenho, a preparação e aplicação da cera, o tingimento e a lavagem. 

FORMADORES ↓
João Roxo

Designer e artista visual moçambicano, João Roxo é co-fundador da ANIMA Estúdio Criativo, o primeiro colectivo dedicado à comunicação para a Arte, a Cultura e o Desenvolvimento Social. Graduado pela Universidade de Aveiro, completa mais recentemente o Mestrado no departamento de Design do Sandberg Instituut, em Amesterdão. João pretende explorar modelos educacionais renovados e sustentáveis, dentro e ao redor da prática do Design, fundados na independência criativa. Actualmente, vive e trabalha em Maputo.

 

Beto Sitoe

Nascido em Maputo, no seio de uma grande família, foi através de um vizinho, o Mestre Azimiro, que conheceu o batik. Nessa altura, com apenas 10 anos, aproveitava os seus tempos livres para ir ver o mestre pintar, o que acredita ter feito despertar em si o “bichinho” da pintura. Começou por ajudar o mestre com pequenas tarefas – estendia as telas e comprava e preparava as suas tintas -, mas logo este o encorajou a começar a pintar. Desde então trabalha com esta arte, a partir do atelier que, entretanto, montou em sua casa

Workshop de Foley (Sonoplastia)

27 OUTUBRO / OCTOBER
14.30-18.30h / 2.30-6.30 pm
LOCAL / PLACE: Matéria Prima (Centro Cultural Franco-Moçambicano – CCFM)
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Matéria Prima
FORMADORES: Raquel Ataíde e Chris Born
VAGAS: Min.4/Max.8
VALOR: 1.800 MT (incl. IVA)
TEL. 82 302 36 70 / 82 371 32 36

QUERO PARTICIPAR! →

 

Tema

O Foley ou Sonoplastia consiste na criação de efeitos sonoros em estúdio e na sua adição, em pós-produção, aos filmes. Estes sons, recriados de forma a corresponder a uma peça de vídeo previamente gravada, permitem reforçar o efeito da realidade e intensificar a carga dramática dos filmes, melhorando a experiência audiovisual. Neste workshop os participantes ficarão a saber como e quando se usa esta técnica e terão oportunidade de recriar alguns sons simples e compostos, utilizando objectos comuns do nosso dia-a-dia.

FORMADORES ↓
Chris Born

Americano de origem, sedeado há quase uma década em Moçambique, Chris Born é um produtor especializado em sonoplastia. Em 2013 decide criar a Auxene para assegurar serviços na área de produção executiva e áudio. Nos seus estúdios é feita a gravação, edição, mistura e masterização de som e Voz Off para filmes. A Auxene oferece, ainda, o serviço de captação de som ambiente/set de filmagem, foley, banda sonora e pós-produção áudio. No seu portfolio encontram-se clientes como Save the Children, Nandos, União Europeia, Coca-Cola e BBC, entre muitos outros. 


 

Raquel Ataíde

Portuguesa, com 15 anos de experiência, fez o seu percurso publicitário em agências como a United, o Grupo Havas, a DDB Moçambique e a Publics Moçambique. Em 2016 decide lançar-se no mercado como trabalhadora independente criando, para tal, a produtora de conteúdos ALL BOUT CONTENT. Ao longo do seu percurso desempenhou inúmeras funções, alargando o seu leque de competências e desenvolvendo uma visão integrada do mundo da comunicação. Gestão de projecto, produção gráfica e audiovisual, planeamento estratégico, direcção de contas, activação de marca, marketing relacional, marketing digital e gestão de meios são algumas das áreas por si trabalhadas ao longo desta década e meia. Mas, é na produção de conteúdos e no copywriting que tem feito a sua maior aposta contando, no seu portfolio, com campanhas desenhadas e escritas para marcas como MTV, Nickelodeon, Sony Music, Time Out, The Famous Grouse, Danone, Volvo, Citroen, Peugeot, Toyota, Mars, Sloggi, Triumph, Vodacom, CDM, Millennium bim e tantas outras. Na área da responsabilidade social destacam-se os guiões escritos para a LAMBDA, Save The Children, UNICEF, CODD e International Youth Foudation. O seu gosto pelo storytelling aliado ao seu percurso como actriz, foram a combinação perfeita para se apaixonar pelo Foley.

Divulgação Cultural em Midias Digitais

13-17 OUTUBRO / OCTOBER
9.00-11.00h / 9-11 pm
LOCAL / PLACE: Matéria Prima (Centro Cultural Franco-Moçambicano – CCFM)
MAPA / MAP →

ORGANIZAÇÃO: Mapa das Artes
FORMADORA: Gabriel Borges, Izzy Gomes, Anderson Lima e David Mambo
VAGAS: Max.10
VALOR: Gratuito

QUERO PARTICIPAR! →

Tema

Este workshop propõe-se oferecer ferramentas para a produção de textos jornalísticos e identificar no jornalismo cultural elementos da cultura popular e cultura de massa. Discutir a importância dessa editoria e o poder que ela tem de influenciar o público. Os conceitos serão estudados e depois associados à prática por meio de análise de exposições, vídeos, textos e produção de conteúdo.

 

Programa

  • Introdução ao jornalismo/ Jornalismo Cultural
  • Crítica Cultural/ Texto Opinativo
  • Cobertura de eventos culturais
  • Linguagem do texto para jornal, revista e site
  • Jornalismo Cultural nas Redes Sociais
  • Análise crítica de filmes, exposições, livros e discos
  • Produção de conteúdos visuais – Imagens e vídeos
  • Uso de plataformas digitais  – Mapa das Artes, Facebook, Instangran, Whatsapp, maillist, sites, Bitly

 

Destinatários

Estudantes e profissionais de jornalismo e comunicação. Profissionais que trabalhaem com cultura. Os participantes devem ter conhecimento do uso de programas word e excel e de navegadores de internet, e possuir um computador portátil que permita o acesso à internet wireless.

FORMADORES ↓
Gabriel Borges – Diretor do Mapa das Artes, durante 3 anos foi diretor do Centro Cultural Brasil Moçambique e autor de várias matérias publicadas em jornais e revistas especializadas em cultura.

Izzy Gomes – Jornalista e profesora da Universidade Eduardo Mondlane.

Anderson Lima – Jornalista e fotógrafo, produtor de inúmeros conteúdos para sites e redes sociais.

David Mambo – Jornalista, diretor da SoArte e coordenador do Seminário de Jornalismo Cultural

PARCEIROS DO MFF2018

MFF2018 PARTNERS

Os nossos Patrocinadores

Our Sponsors

Sobre o Maputo Fast Forward

About Maputo Fast Forward
O Maputo Fast Forward é uma plataforma dedicada à Criatividade e à Inovação em Moçambique. O seu objectivo é ser um espaço de referência dedicado, à reflexão, ao debate, à apresentação de projectos e ideias, à análise de tendências, à troca de experiências e à constituição de redes entre todos aqueles que, das artes às ciências, da tecnologia ao design, da arquitectura aos media, da gastronomia à moda, das empresas às organizações sociais, reconhecem na criatividade e na inovação os motores da nova economia do conhecimento.

MFF was launched in 2016 as an open platform engaged in promoting creativity and innovation.
Its main objective is to help Mozambican creators and innovators across all fields of activity (arts, culture, design, architecture, technology, etc.) to develop and present their projects, engage in fruitful trans-disciplinary debates and develop collaborations in order to establish an ecosystem that will allow them to expand their creative skills and to participate, through the exploration of networking opportunities, in the “global conversation” that is taking place within the “creative industries” sector.

maputofastforward.com

UMA INICIATIVA DA